quarta-feira, 18 de maio de 2016

Absinto: será que é Mito?

Em 2013 contava aqui toda a minha saga em busca do absinto. E contei que a queria plantar porque tinha ouvido dizer que é uma planta excelente para afastar algumas pragas e ainda ótimo para fazer um biopesticida. E ainda há poucos dias aqui contava que até plantei um absinto junto da minha roseira, confiando que os pulgões ou piolhos a infestassem. E na verdade até ver nada de pulgões na roseira. 




Só que há um pequenino problema. Todos os novos rebentos do próprio absinto estão completamente infestados de pulgões!!! Então como é que isto se explica? Como pode uma planta servir para afastar os pulgões, se ela mesma não os consegue afastar de si mesma? Começo a acreditar que isto se trata de um mero mito urbano. Mas no entanto, o que me intriga é que, na verdade, na roseira ainda nenhum foi para lá....

Sem comentários:

Enviar um comentário