domingo, 26 de fevereiro de 2017

A Aberração de se Bater nos Limoeiros

Sempre que se fala de limoeiros, lá vem à baila a ideia pré concebida de que para eles produzirem muitos limões, temos de lhes bater forte e feio, à feição de ficarem bem marcados. O limoeiro é mau, porta-se mal porque não nos dá limões, então nós, armados em justiceiros, fazemos justiça pelas próprias mãos. Talvez devessem também experimentar a ideia nos humanos, e sempre que um casal tenha dificuldade em engravidar, então se calhar o ideal seria dar-lhes um belo enxerto de porrada que por certo não faltariam bebés em seguida. Já viram o dinheiro em tratamentos de fertilidade que se pouparia?


Não, não concordo nada com esta prática. Acho algo medieval, horrendo, e que não faz qualquer sentido. Muitas vezes nem se contentam em bater-lhes. Os requintes de malvadez chegam a ponto de lhes amarrarem arames ou espetarem pregos ou algo do género, desde que os maltratem bem. Desculpem, mas eu acho um completo absurdo, e ainda por cima, o mais idiota, é que só estão a encurtar o período de vida da árvore. 

Mas não é preciso bater nos limoeiros para eles produzirem muitos limões! Não mesmo. Se calhar é o oposto, eles não produzem porque não cuidamos deles, e depois as pessoas ainda lhes batem por cima! Isto é mais ou menos como aquela prática de bater ou esfregar o focinho dos animais quando eles fazem as necessidades, como se estes devessem nascer já com instinto de fazerem aquilo que queremos. 

Mas para se ver que não é preciso fazer nada disso, vamos aos meus exemplos. Eu comprei e plantei em minha casa um limoeiro em 2011, e este rapidamente começou a produzir limões. Posso-vos assegurar que nunca lhe bati! 


Os meus pais, têm um limoeiro, já de porte médio, que de vez em quando tem de ser aparado porque os limoeiros puxam grandes rebentos verticais, e este também nunca sofreu sevícias! Dá muitos limões que dá gosto ver, mesmo em anos em que generalizadamente a vizinhança se queixa de pouca produção.



Vão mesmo continuar a bater e a maltratar os limoeiros para eles darem limões?

5 comentários:

  1. Também eu tenho um limoeiro pequenino e que já deu muitos limões. Também não lhe bati. :)

    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Amor,

      Muito se fala agora e bem (tirando alguns exageros) na defesa dos animais, e muitas coisas têm vindo a mudar, como por exemplo aquela notícia daquela gente que tem por tradição queimar gatos e outras coisas do género (talvez um dia as touradas também deixem de ser tradição) mas da defesa das árvores infelizmente ainda estamos muito longe. Um qualquer idiota deita abaixo uma árvore como se fosse um poste que está a estorvar.

      Eliminar
    2. Konigvs, faço minhas as tuas palavras.
      Bom dia. :)

      Beijos

      Eliminar
  2. Se as imagens que apresentas são dos teus limoeiros manda para cá alguns porque tu tens mesmo muitos!! :D
    SF

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim! Um é meu, o outro, bem maior (onde o gato agora já se deita num vaso à sombra) é dos meus pais! Nós damos muitos limões, por vezes até levo um saco para o trabalho! E também te dou a ti certamente :)

      Eliminar