segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Sebe - Adeus Escalónias - Olá Heras

Como referi no início do blogue, quando decidi colocar uma sebe, primeiro na frente da casa, ponderei bem, e acabei por decidir-me pela escallonia rubra, pois só via vantagens, isto quando comparava com outras alternativas. 

Escallonia rubra

Na altura, na zona onde trabalhava e onde estacionava o carro, admirava a sebe de uma vivenda. Alta, sempre verdinha, com as folhas com um brilho que pareciam quase envernizadas, e que ainda por cima davam flor. Ainda nem sequer sabia o nome da planta, então cortei um pequeno rebento e depois questionei num horto, e depois de muito estudar a coisa, decidi que também eu ia ter uma sebe de escalonias.

Sebe de escallonia rubra junto ao local onde trabalhava (Imagem Google Maps)

O problema chegou nos últimos anos. Começaram todas, as minhas e todas as outras sebes que vejo, incluindo as que se vendem nos hortos, a ficar cheias de manchas negras. As folhas a partir de outubro caem todas, e lá se vai a beleza e a privacidade.

Ainda tentei aplicar calda bordalesa, mas não era viável. O trabalho que dava a pulverizar tudo, e ainda por cima tinha de proteger os muros com plásticos porque estão pintados de branco, o gasto em cal e sulfato de cobre, resumindo, não era fazível. 

Então em fevereiro passado já cortei algumas, para libertar espaço para poder plantar algumas heras, que serão a nova espécie substituta para a sebe, e tratei de lhes dar uma poda valente, isto para tentar que rebentassem e quem sabe até melhorassem do problema que as afetava. 



E de facto, depois da poda, as escallonias brotaram vigorosamente, e ficaram de novo verdinhas, mas chegado outubro o problema repetiu-se e ficaram de novo nuas. Entretanto, como as heras plantadas em fevereiro, já tinham chegado à rede do muro, e entendi que era tempo de cortar a sebe, pois em breve as heras iriam-se emaranhar nos paus das escallonias. 

E duma coisa destas em 2011:


E que tinha esta largura (uns 80cm)  em 2013:




Passei a ter isto na frente da casa:


Sim, o aspeto não é dos melhores, ainda por cima os blocos estão à vista porque só tem acabamento por fora, até porque não fazia grande sentido gastar dinheiro a pintar por dentro quando vai levar plantas a tapar. Mas as heras crescerão, e mais rapidamente do que pensa, e não tenho dúvidas que daqui por um ano, apesar de ainda estar longe de estar tudo tapado, o cenário já será bem diferente para melhor. Entretanto dos outros lados, e porque os muros estão mais altos e as heras demorarão mais a alcançar a rede, ainda ficam as escalónias mais um ano, e depois levarão o mesmo tratamento. 

 # Escolher as sebes

# Estão nuas as minhas sebes

4 comentários:

  1. também gostava de tentar substituir uma sebe dessas que está uma tristeza. Só que não tenho estrutura suporte e não gostaria de colocar nada fixo no local, pois não sei se será definitivo. será que não existe um arbusto que possa servir de apoio às heras sem estas o estrangularem?

    ResponderEliminar
  2. Pelo menos por aqui no grande Porto, nesta altura esta tudo só com "os paus ao alto". Não fica com o melhor dos aspetos, e depois não menos importante, perde-se o efeito da privacidade.
    Colocar um arbusto para depois as heras treparem, não sei se ia por aí. A caminho do trabalho, passo por uma vivenda, em que tem escalónias e heras, tudo misturado, mas acho que não resulta lá muito bem.
    Eu tenho aquela rede, que antes estava oculta no meio das escalónias, e agora com as heras, conforme elas forem crescendo, eu tenho de as ir passando por entre os quadrados, quase como se estivesse a tecer, porque elas não se conseguem fixar nos arames.
    As heras não estrangulam propriamente, elas precisam de um apoio para trepar e qualquer coisa serve. Nem são parasitas, não se alimentam das outras plantas, só precisam mesmo do seu suporte.
    Sem suporte para as heras se fixarem é complicado. Mas também tem outras trepadeiras, que basta só uns arames para elas se enrolarem. Estou a pensar no jasmim, ou até nos maracujás. Os meus pais plantaram maracujás, nem sequer com ideia de fazer sebe, mas eles cresceram estupidamente, e a folhagem é tão densa (e verdinha) que é ficou uma autêntica sebe. E dá uma flor bonita, e frutos saborosos! É um dois em um, sebe + fruta gratuita.
    Mas tem de ver bem primeiro o que quer. As escalónias eram muito bonitas, mas para ficarem sem folhas também não vale a pena na minha opinião.
    Obrigado pela visita e pelos comentários.

    ResponderEliminar
  3. Os maracujás são bonitos, o problema é a neve que os queima. Acho que vou experimentar com ameixoeiras de jardim como suporte. Pega extraordinariamente bem qualquer estaca e posso fazer um suporte ótimo para a hera. O problema é que a sebe vai ter duas tonalidades. Vou experimentar, é que a sebe está mesmo uma desgraça.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade, os maracujás têm esse problema, estando em zonas de queda de geada queimam-se. Acho que não associaria a ameixeira de jardim a sebe, mas é capaz de resultar bem, e no seu caso se pretende colocar as heras, tem a vantagem de poder usar uma espécie de folha caduca. Ter duas tonalidades nem acho que seja um problema, até pode resultar bem.
      Outra espécie que pega muito bem de estaca (e há muitas usadas em sebe) é a piracanta. Meti três estacas junto ao muro, pegaram e também cresceram rapidamente, e é útil para quem pretende uma sebe defensiva.
      Eu agora não tenho sebe na frente da casa como se vê nas fotos, mas mais um anito e não tenho dúvidas que já terá outro aspeto. Temos é de meter mãos à obra! Eu ainda tenho uns quantos troncos de escalónia para arrancar, mas a chuva não tem dado tréguas, quer-me parece que este fim-de-semana também não farei nada no jardim.

      Eliminar