domingo, 25 de outubro de 2020

Sapo-Bebé do Tamanho duma Moeda!

 Definitivamente acho que 2020 é o ano do sapo. Vejo-os por todo o lado. Hoje foi a minha mãe que encontrou este bebé, junto da estante dos meus bonsais! Digam lá que não é a coisa mais encantadora do mundo?!

As Primeiras Flores das Pedras Vivas

Há muito que conhecia de ver nos hortos na zona dos catos e suculentas estas mini suculentas, que são conhecidas por "pedras-vivas" ou "pedras falsas" mas na verdade nunca comprei até que me ofereceram, há coisa de um ano um pequeno vasinho que tentei cuidar o melhor que pude, porque temos que ser cuidadosos com as coisas que nos oferecem, não é?

Então coloquei este pequeno vasinho dentro de casa, junto de uma janela, abrigado do frio e chuvas do Inverno que certamente mataria as plantinhas todas. Entretanto passado o Inverno voltei a colocar no exterior mas abrigado mas coloquei num vaso de bonsai. 

E eis que agora em Outubro as pedrinhas começaram a florir!



sábado, 24 de outubro de 2020

A Natureza Sempre a Surpreender-nos: Mini-Suculentas Emergem de Tronco Seco

 Um tronquinho pequeno e seco caído, e dele, como vêem na fotografia, emergem duas plantinhas, duas pequenas suculentas... 


Um dia ficarão assim, aliás, foi nesta taça que encontrei este tronco caído....


sexta-feira, 23 de outubro de 2020

As Primeiras Flores da Azálea

 No Inverno passado ajudei a namorada a fazer alguma manutenção num dos seus pequenos mas ricos espaços ajardinados onde as mais variedades de espécies de arbusto e trepadeiras conviviam. Neste espaço em concreto destacava-se um belo Acer Palmatum onde cresciam também, mais ou menos livremente, um jasmim e uma vigorosa framboeseira que já infestava bastante o espaço. Depois das podas resolveu também arrancar uma azálea já com alguma dimensão e então eu acabei trazendo-a para casa (conjuntamente com uma roseira e uma framboeseira) sem saber ainda muito bem que destino lhe iria dar.

Em casa dei-lhe alguma poda para arredondar os ramos mais compridos e coloquei-a num vaso de 30L. Com o passar do tempo logo começou a surgir nova brotação junto aos ramos cortados e percebi que, apesar da grande dimensão, pegaria facilmente, ainda por cima porque tinha sido arrancada com um grande torrão e com as raízes quase intactas.

Entretanto há algumas semanas resolvi plantá-la na terra, num alinhamento onde só tenho plantas aromáticas e silvestres, como alfazema, santolina, o sargaço, gilbardeira, urze e uma giesta. O espaço onde ficou não é assim muito grande, mas terá sempre mais de um metro de diâmetro, o que para uma azálea é pouco mas a ideia é eu ir podando e fazer dela uma bola gigante. 

Esta azálea em concreto dá dois tipos de flores completamente diferentes o que me levará a pensar (não sei se ingenuamente) que serão duas variedades diferentes que foram colocadas juntas e vendidas assim. Como a azálea é uma espécie que pega muito facilmente de estaca quero ver se depois propago porque ainda por cima é também uma espécie que se pode utilizar com grande sucesso no formato bonsai.

Mais importante é que o transporte foi um sucesso e presenteia-me agora com as suas primeiras flores.

Suculentas Que Pintam os Lábios

 

No ano passado tinha-me sido oferecida esta esta pequena Echeveria agavoides lipstick que entretanto foi crescendo até estar toda rodeada de filhos. Por estes dias retirei-os, acrescentei terra ao vaso onde estava e deixei-a sozinha, gigante com as formas exuberantes. Alguns dos seus filhotes plantei no canteiro das suculentas. Veremos futuramente como se desenvolvem e com que cores ficarão.