terça-feira, 7 de julho de 2015

Bicho-pau: Especialista em camuflagem

Um dos mais curiosos e fascinantes insetos que podemos, com alguma sorte, encontrar em Portugal é, no meu entender o Bicho-pau. E digo sorte porque eles são especialistas na arte de se camuflarem e passarem completamente despercebidos dos predadores e por consequência ao olho humano, mais ainda para quem não tem conhecimento da existência destes insetos.

Eles passam completamente despercebidos, assemelhando-se, como o nome indica, a um qualquer pequeno ramo de madeira de uma árvore, muitas vezes sendo abanando pelo vento, porque na verdade eles mesmo se abanam para tornar a ilusão ainda mais real.

Não é por acaso que pertencem à ordem Phasmida, que significa "espírito" ou "aparição (phasma) e trata-se de um herbívoro totalmente inofensivo. 

Eu já encontrei alguns em casa, um deles, como podem ver nas imagens, ostenta até uma coloração mais exótica, com  o verde e o vermelho, mas muitas vezes são castanhos e têm também a capacidade de mudarem de cor para melhor se confundirem com o pano de fundo onde estão.

Este encontrei-o nas grades brancas da varanda.








1 comentário:

  1. Já outrora tinha deparado com um isecto destes, que na altura me surpreendeu quando se movimentou e tive que o analizar mais em pormenor para confirmar que era um insecto e não parte de uma planta ou arbusto, conclui para mim na altura que talvez fosse algum tipo diferente de Louva-a-Deus ,mas então hoje aqui no teu blogue acabo ficando mais bem informado e a saber o seu verdadeiro nome e 'espécie'. Fixe.
    Vítor

    ResponderEliminar